Por conta da morte súbita de um triatleta na semana passada, a TV Record no seu principal programa (Jornal da Record) de Sábado, fez uma entrevista com médico e com treinador e para isso chamou um professor da RunFun para falar sobre os cuidados que os praticantes devem ter na retomada da prática de atividade Física nesse período de pandemia.

O atleta em questão não era iniciante, ao contrário, era um triatleta com muitas provas no currículo, muito em forma, novo (30 e poucos anos). A TV queria saber como nós orientamos os nossos atletas/clientes e o que nós achamos da morte súbita.

Explicamos que temos um processo onde apenas quem está com os exames em dia recebe os treinos, procuramos individualizar ao máximo os treinos, orientamos sobre a importância de treinar com orientação, usando a fisiologia para diminuir os riscos e aproveitar ao máximo o benefício de treinar com nossa equipe Técnica.

Por fim, quando perguntado sobre morte súbita no esporte e se já tínhamos visto, falamos que sim, mas que ainda assim o risco de morte súbita para o praticante é muito menor do que as milhares de mortes por doenças crônicas desenvolvidas pelo sedentarismo todo ano.